O casamento de Leonor e Frederico III (1451-1452) e as relações entre Portugal e o Sacro Império nos finais da Idade Média

  • António Martins Costa Universidade de Coimbra, Faculdade de Letras / Centro de História da Universidade de Lisboa 3004-530, Coimbra, Portugal antonio_martinscosta@hotmail.com
Palavras-chave: História das Relações Internacionais; Diplomacia Medieval; Casamentos Reais; infanta D. Leonor de Portugal; imperador Frederico III

Resumo

Nos finais da Idade Média, a jovem dinastia de Avis, depois de se unir por laços de sangue à Inglaterra, a Aragão e à Borgonha, aposta no tabuleiro da Cristandade numa ligação ao mais alto nível: o Sacro Império Romano-Germânico. Afinal, ao concretizar-se o casamento da infanta D. Leonor com Frederico III, entre 1451 e 1452, D. Afonso V joga não só um processo de afirmação da sua Coroa como de legitimação da sua linhagem, garantindo ao Rex Romanorum a indispensável noiva para estabelecer a Casa dos Habsburgo no trono imperial. O desenvolvimento da historiografia das relações internacionais medievas, nas últimas décadas, deu o mote para observarmos a aproximação política daqueles dois reinos, geograficamente distantes, a partir de um importante casamento régio, que nos legou um considerável conjunto de fontes (narrativas, documentais e iconográficas). Assim, num primeiro momento, procuraremos analisar as dinâmicas das alianças que, numa Cristandade em mudança, resultaram naquele interesse matrimonial; numa segunda fase, considerando os progressos da diplomacia àquele tempo, seguiremos o processo negocial do enlace entre as Coroas; por último, observaremos as distintas fases do casamento régio, de Portugal à Península Itálica, perspectivando um novo ciclo de relações entre as dinastias de Avis e de Habsburgo.

 

Referências bibliográficas

Fontes

ALMEIDA, Lopo de – Cartas de Itália. Ed. lit. Rodrigues Lapa. Lisboa: Imprensa Nacional - Casa da Moeda, 1935.

Monumenta Henricina. Dir., Org. e anotação crítica de António Joaquim Dias Dinis. Vol. 9 (1445-1448); Vol. 10 (1449-1451); Vol. 11 (1451-1454). Coimbra: Comissão Executiva das Comemorações do V Centenário da Morte do Infante D. Henrique, 1968-1969.

NOGUEIRA, Pedro Álvares – Livro das Vidas dos Bispos da Sé de Coimbra. Coord. Manuel Augusto Rodrigues. Transc. Maria Teresa Nobre Veloso. Coimbra: Arquivo da Universidade de Coimbra, 2003.

PINA, Rui de – Crónicas de Rui de Pina. Introd. e rev. de M. Lopes de Almeida. Porto: Lello & Irmão, 1977.

Princesas de Portugal: contratos matrimoniais dos séculos XV e XVI. Trad. Aires A. Nascimento. Lisboa: Cosmos, 1992.

SANTARÉM, Visconde de – Quadro elementar das relações políticas e diplomáticas de Portugal com as diversas potências do Mundo desde o princípio da Monarchia Portugueza até aos nossos dias ordenado e composto pelo Visconde de Santarém. Vol. 1. Pariz: J. P. Aillaud, 1842.

Trellado do liuro vermelho de tempo Dell Rey Dom afo[n]so o quinto. [1471]. Fonte manuscrita disponível em: https://bdigital.sib.uc.pt/bg1/UCBG-Cofre-21/UCBG-Cofre-21_item1/index.html

VALCKENSTEIN, Nicolau Lanckman de – Leonor de Portugal, imperatriz da Alemanha: Diário de viagem do embaixador Nicolau Lanckman de Valckenstein. Trad. Aires A. Nascimento. Lisboa: Cosmos, 1992.

Estudos

ARAÚJO, Julieta – Portugal e Castela na Idade Média. Lisboa: Edições Colibri, 2009.

ALMEIDA, Adriana R. de – The marriage of Leonor of Portugal and Emperor Frederick III: a case-study of politics and affection in the mid-fifteenth century. Londres: Royal Holloway, 2007. Dissertação de Mestrado (não publicada).

– “Perspectiva sobre a história das emoções. O casamento de D. Leonor de Portugal com o imperador Frederico III”. in RODRIGUES, Ana Maria; SILVA, Manuela Santos; Faria, Ana Leal de (Coords.) – Casamentos da Família Real Portuguesa: diplomacia e cerimonial. Vol. 1. Lisboa: Círculo de Leitores, 2017, pp. 253-287.

ASKINS, Arthur L-F.; SCHAFFER, Martha E.; SHARRER, Harvey L. – “A New Set of Cartas de Itália to Afonso V of Portugal from Lopo de Almeida and Luís Goncalves Malafaia”. Romance Philology 57 (2003), pp. 71-88.

BARRADAS, Alexandra Leal – “D. Afonso, 4.º Conde de Ourém: viagens, cultura visual e formação de um gosto”. Medievalista on line 2 (2006).

BASKINS, Cristelle – “The Triumph of Marriage: Frederick III and Leonora of Portugal, 1452”. in The Triumph of Marriage: Painted Casonni of the Renaissance. Boston: Isabella Stewart Gardner Museum, 2009, pp. 47-65.

COELHO, Maria Helena da Cruz – “A política matrimonial da dinastia de Avis: Leonor e Frederico III da Alemanha”. Revista Portuguesa de História 36 (1) (2002-2003), pp. 41-70.

– D. João I, o que re-colheu Boa Memória. Lisboa: Círculo de Leitores, 2005.

– D. Leonor de Portugal: a imperatriz, 1434-1467. Vila do Conde: QuidNovi, 2011.

CORDEIRO, Luciano – Portugueses fora de Portugal. Uma sobrinha do Infante, Imperatriz da Allemanha e Rainha da Hungria. Lisboa: Imprensa Nacional - Casa da Moeda, 1894.

COSTA, António Martins – A Batalha de Toro e as relações entre Portugal e Castela: dimensões políticas e militares. Lisboa: Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 2011. Dissertação de Mestrado.

Dicionário de História de Portugal. Dir. Joel Serrão. 9 vols. Lisboa: Livraria Figueirinhas, 2000.

DUARTE, Luís Miguel – D. Duarte: requiem por um rei triste. Lisboa: Círculo de Leitores, 2005.

FREITAS, Judite Antonieta Gonçalves de – “Teemos por bem e mandamos”: a burocracia régia e os seus oficiais em meados de Quatrocentos (1439-1460). 2 vol. Cascais: Patrimonia, 2001.

GOMES, Saul António – D. Afonso V, o Africano. Lisboa: Círculo de Leitores, 2006.

HANREICH, Antonia – “D. Leonor de Portugal, esposa do imperador Frederico III (1436-1467)”. in SCHEIDL, Ludwig; CAETANA, José A. Palma (Dirs.) – Relações entre a Áustria e Portugal. Testemunhos históricos e culturais. Coimbra: Livraria Almedina, 1985, pp. 3-27.

HERBERS, Klaus – “El viaje a Portugal de los embajadores de Federico III en el relato de Lanckmann y de otros cronistas”. Anuario de Estudios Medievales 32 (1) (2002), pp. 183-198.

HERNANDO, Máximo Diago – El Imperio en la Europa Medieval. Madrid: Arco Libro, 1996.

LE GOFF, Jacques – A civilização do ocidente medieval. Vol 1. Lisboa: Estampa, 1994.

LIMA, Henrique de Campos Ferreira – D. Leonor de Portugal, filha d’el rei D. Duarte, imperatriz da Alemanha: notas iconográficas. Porto: s. n, 1921.

LOPES, Marília dos Santos – “Relações de Portugal com a Alemanha”. in ALBUQUERQUE, Luís (Dir.) – Dicionário de História dos Descobrimentos Portugueses. Vol. 1. Lisboa: Caminho, 1994, pp. 44-48.

– “Ao serviço do Império: a nobilitação de estrangeiros na corte joanina e manuelina”. in Pequena Nobreza nos Impérios Ibéricos de Antigo Regime. Lisboa: Instituto de Investigação Científica Tropical, 2012, pp. 1-8.

MACEDO, Jorge Borges de – História Diplomática Portuguesa: constantes e linhas de força. Vol. 1. Lisboa: Tribuna da História, 2006.

MARQUES, António Henrique de Oliveira – Hansa e Portugal na Idade Média. Lisboa: Presença, 1993.

– ; SERRÃO, Joel (Dirs.) – Nova História de Portugal. Vol. 4. Lisboa: Presença, 1987.

MENDONÇA, Manuela – As relações externas de Portugal nos finais da Idade Média. Lisboa: Colibri, 1994.

MONTEIRO, Nuno; RAMOS, Rui; SOUSA, Bernardo Vasconcelos e – História de Portugal. Lisboa: A Esfera dos Livros, 2010.

MORENO, Humberto Baquero – A Batalha e Alfarrobeira: antecedentes e significado histórico. Vol. 1. Coimbra: Universidade de Coimbra, 1979.

– “O papel da diplomacia portuguesa no Tratado de Tordesilhas”. História - Revista da Faculdade de Letras da Universidade do Porto 12 (1995), pp. 135-150.

– “Portugal: do Mediterrâneo ao Atlântico, no século XV”. História - Revista da Faculdade de Letras da Universidade do Porto 13 (1996), pp. 187-203.

OLIVEIRA, António Resende de – “’Mais de pedras que de livros’: D. Afonso, 4.º Conde de Ourém, e a cultura nobiliárquica do seu tempo”. in ANDRÉ, Carlos Ascenso (Coord.) – D. Afonso, 4.º Conde de Ourém e a sua época. Ourém: Câmara Municipal de Ourém, 2004, pp. 293-310.

PAVIOT, Jacques – Portugal et Bourgogne au XVe siècle (1384-1482)Lisboa: Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses; Paris; Centre Culturel Calouste Gulbenkian, 1995.

PÉQUIGNOT, Stephane – “Les diplomaties occidentales, XIIIe-XVe siècles”. Les relations diplomatiques au Moyen Âge. Formes et enjeux. Actes du XLIe Congrès de la SHMESP (Lyon, 3-6 juin 2010). Paris: Publications de la Sorbonne (Histoire ancienne et médiévale), 2011, pp. 47-66.

– ; et al. – Negociar en la Edad Media / Négocier au Moyen Age. Barcelone: CSIC (Anejos del Anuario de Estudios Medievales, 61), 2005.

RAMOS, Manuel – “Os membros da Geração de Avis: amizades, inimizades e falta de exemplaridade”. in Symbolon I: Amor e Amizade. Porto: Universidade do Porto, 2009, pp. 91-114.

RAU, Virgínia – “Relações diplomáticas de Portugal durante o reinado de D. Afonso V”. in Estudos de História Medieval. Lisboa: Editorial Presença, 1986, pp. 66-80.

RODRIGUES, Ana Maria S. A. – “For the honor of her lineage and body: The dowers and dowries of some late medieval queens of Portugal”. E-Journal of Portuguese History 1 (5) (2007), pp. 1-13.

– As tristes rainhas. Leonor de Aragão. Isabel de Coimbra. Lisboa: Círculo de Leitores, 2012.

RODRIGUES, Paula – “A teia de Avis. Estratégias matrimoniais para a legitimação de uma dinastia. As primeiras gerações (1387-1430)”. in RODRIGUES, Ana Maria S. A.; SILVA, Manuela Santos; FARIA, Ana Leal de (Coords.) – Casamentos da Família Real Portuguesa. Vol. 1. Lisboa: Círculo de Leitores, 2017, pp. 35-56.

SILVA, Manuela Santos – “O casamento de D. Beatriz (filha natural de D. João I) com Thomas Fitzalan (Conde de Arundel): paradigma documental da negociação de uma aliança”. in FARIA, Ana Leal de; BRAGA, Isabel Drumond (Coords.) – Problematizar a História: estudos de História Moderna em homenagem a Maria do Rosário Themudo Barata. Casal de Cambra: Caleidoscópio, 2007, pp. 77-92.

SOUSA, Armindo de – As Cortes medievais portuguesas (1385-1490). Vol. 1. Porto: Instituto Nacional de Investigação Científica, 1990.

SOUSA, Bernardo Vasconcelos e; PIZARRO, José Augusto de Sotto Mayor – “O casamento”. in MATTOSO, José (Dir), SOUSA, Bernardo Vasconcelos e (Coord.) – História da Vida Privada em Portugal. A Idade Média. Lisboa: Círculo de Leitores e Temas e Debates, 2010.

STRASEN, E. A.; GÂNDARA, Alfredo – “Uma portuguesa imperatriz da Alemanha”. in Oito séculos de história luso-alemã. Lisboa: Instituto Ibero-Americano de Berlim, 1944, pp. 69-90.

VITERBO, Sousa – D. Leonor de Portugal, imperatriz da Alemanha: notas documentadas para o estudo biografico d’esta princesa e para a historia das relações da Corte de Portugal com a Casa da Austria. Lisboa: Of. Tip. Calçada do Cabra 7, 1910.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-07-01
Como Citar
Martins Costa, A. (2018). O casamento de Leonor e Frederico III (1451-1452) e as relações entre Portugal e o Sacro Império nos finais da Idade Média. Medievalista, 1(24). https://doi.org/10.4000/medievalista.1703
Secção
Artigos