De l'image à l'imaginaire médiéval

  • Philippe Walter Université de Grenoble, Grenoble, France, philippe.walter@wanadoo.fr
Palavras-chave: Imagem, iconoclasmo, Idade Média, imaginário medieval, visual

Resumo

Diante do poder esmagador das imagens mediáticas nas sociedades contemporâneas seremos capazes de conceber o lugar da imagem na Idade Média? Como perspectivar o seu valor fora da lógica de sobrevalorização radical do domínio do visual a que estamos diariamente sujeitos? Como compreender a complexidade da sua função sem incorrer de imediato em anacronia? Reconstituindo uma breve história da Imagem, desde os alvores do platonismo, na Grécia Antiga, à consolidação do cristianismo, dar-se-á conta da progressiva emergência do imaginário medieval, afirmação da razão sensível na base de um pensamento que não apenas dispõe de conceitos mas mobiliza afectos. Indagar-se-á como ocorre o processo de simbolização da imagem e como, por meio dele, se cruzam e articulam o visível e o invisível, a percepção e a interpretação, a memória e a promessa do porvir, o passado e o futuro.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-01-01
Como Citar
Walter, P. (2013). De l’image à l’imaginaire médiéval. Medievalista, 1(13). https://doi.org/10.4000/medievalista.539
Secção
Artigos