À volta do casamento do infante D. Pedro

  • Douglas Mota Xavier de Lima Universidade Federal do Oeste do Pará, Instituto de Ciênciais da Educação, Programa de Ciências Humanas 68040-470 Santarém, Brasil, douglas.mxl@ufopa.edu.br
Palavras-chave: Infante D. Pedro; Dinastia de Avis; Relações luso-aragonesas; Casamento

Resumo

Tendo como base o célebre artigo de António Joaquim Dias Dinis acerca da união matrimonial do rei D. Duarte, propõe-se uma abordagem de um outro enlace igualmente importante para a coroa de Avis, o casamento do infante D. Pedro de Portugal com D. Isabel de Urgel. Tal consórcio é analisado no contexto das relações diplomáticas ibéricas, em especial entre Portugal e Aragão, e da política matrimonial avisina das primeiras décadas do século XV. Por tratar-se de um matrimónio tradicionalmente visto como negativo para o reino, em virtude das disputas pela e durante a regência entre D. Pedro e D. Leonor de Aragão, rainha de Portugal e membro de uma família rival da esposa do infante, analisa-se o enlace propondo uma revisão historiográfica e uma nova leitura da documentação sobre as relações luso-aragonesas dos anos de 1420 e de 1430.

 

Referências bibliográficas

Estudos

ARAÚJO, Julieta – Portugal e Castela na Idade Média. Lisboa: Edições Colibri, 2009.

BARATA, Filipe Themudo – Navegação, Comércio e Relações Políticas: os portugueses no Mediterrâneo ocidental (1385-1466). Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1998.

CALADO, Adelino de Almeida – “A data da tradução do De Officiis pelo Infante D. Pedro”. Revista da Universidade de Aveiro vol. 12 (1995), pp.187-208.

DINIS, António Joaquim Dias – “À volta do casamento de D. Duarte. (1409-1428)”. in Separata da Revista Portuguesa de História. Coimbra: Universidade de Coimbra, Tomo XV, 1974, pp. 5-70.

DUARTE, Luís Miguel – D. Duarte. (1391-1438). Lisboa: Círculo de Leitores, Temas e Debates, 2007.

FODALE, Salvatore – “Blanca de Navarra y el gobierno de Sicilia”. Principe de Viana 60 (1999), pp. 311-322.

FONSECA, Luís Adão da – Os descobrimentos e a formação do Oceano Atlântico. Século XIV-XVI. Lisboa: Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses, 1999.

GODINHO, Vitorino Magalhães – Portugal: a emergência de uma Nação. Lisboa: Edições Colibri, 2004.

LANCIANI, Giulia; TAVANI, Giuseppe (org.) – Dicionário da Literatura Medieval Galega e Portuguesa. Lisboa: Caminho, 1993.

LIMA, Douglas Mota Xavier de – “A política matrimonial de D. João I: um instrumento de afirmação dinástica. Portugal, 1387-1430”. Roda da FortunaRevista eletrônica sobre Antiguidade e Medievo, vol. 3, 2 (2014), pp. 193-195.

LIMA, Douglas Mota Xavier de – O Infante D. Pedro e as Alianças externas de Portugal (1425-1449). Niterói: Universidade Federal Fluminense, 2012. Dissertação de Mestrado.

MARQUES, Alfredo Pinheiro – A maldição da memória do Infante Dom Pedro e as origens dos descobrimentos portugueses. Figueira da Foz: Centro de Estudos do Mar, 1994.

MARQUES, Alfredo Pinheiro – Vida e Obra do Infante D. Pedro. Lisboa: Gradiva, 1996.

MARQUES, António H. de Oliveira – Portugal na crise dos séculos XIV e XV. Lisboa: Presença, 1987.

MATTOSO, José (dir.) – A Monarquia Feudal. História de Portugal. Vol. II. Lisboa: Estampa, 1993.

MENÉNDEZ PIDAL, Ramón – “El compromisso de Caspe, autodeterminación de un pueblo (1410-1412)”. in MENÉNDEZ PIDAL, Ramón (dir.) – Historia de España. Tomo XV. Los Trástamaras de Castilla y Aragón en el siglo XV. Madrid: Espasa-Calpe, 1964, pp. IX-CLXIV.

MORENO, Humberto Carlos Baquero – O Infante D. Pedro, Duque de Coimbra: itinerários e ensaios históricos. Porto: Universidade Portucalense, 1997.

OCHOA BRUN, Miguel Ángel – Historia de la Diplomacia Española. Vol 2. Madrid: Biblioteca Diplomática Española, 2003.

PINHO, Sebastião Tavares de – “O Infante D. Pedro e a “Escola” de tradutores da Corte de Avis”. Actas do Congresso Comemorativo do 6º Centenário da morte do Infante D. Pedro. Biblos. Revista da Faculdade de Letras – Universidade de Coimbra (1993), pp. 140-148.

QUEIRÓS, Silvio Galvão de – “Pera Espelho de Todollos Uiuos”. A imagem do Infante D. Henrique na Crônica da Tomada de Ceuta. Niterói: Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal Fluminense, 1997. Dissertação de Mestrado.

RODRIGUES, Ana Maria S. A. – “D. Leonor, Infanta de Aragão, Rainha de Portugal: linhagem, gênero e poder na Península Ibérica do século XV”. in Raízes medievais do Brasil moderno – Actas. Lisboa: Academia Portuguesa de História, 2008, pp. 209-232.

SANTOS, Domingos Maurício Gomes dos – “O Infante D. Pedro na Áustria-Hungria”. Brotéria. Revista Contemporânea de Cultura tomo LXVIII, Lisboa (1959), pp.17-37.

SERRÃO, Joel (dir.) – Dicionário de História de Portugal. Lisboa: Iniciativas Editoriais, 1975.

SILVA, Manuela Santos – “O casamento de D. Beatriz (filha natural de D. João I) com Thomas Fitzalan (Conde de Arundel) – paradigma documental da negociação de uma aliança”. in FARIA A. L.; BRAGA I. D. (org.) – Problematizar a História. Estudos de História Moderna em homenagem a Maria do Rosário Themudo Barata. Lisboa: Caleidoscópio, 2007, pp. 77-91.

SERRÃO, Joaquim Veríssimo – História de Portugal. Vol. II. Formação do Estado Moderno (1415-1495). Lisboa: Verbo, 2ª edição, 1978.

SOARES, Nair de Nazaré Castro – “O Infante D. Pedro e a cultura portuguesa”. Biblos. Revista da Faculdade de Letras – Universidade de Coimbra Vol. LXXVIII (2002), pp. 107-128.

SOUSA, Armindo de – “Condicionamentos básicos”. in MATTOSO, José (dir.) – A Monarquia Feudal. História de Portugal, Vol. II. Lisboa: Estampa, 1993, pp. 311-389.

SUARÉZ FERNÁNDEZ, Luís – “Los infantes de Aragón y Don Álvaro de Luna”. in MENÉNDEZ PIDAL, Ramón (dir.) – Historia de España. Tomo XV. Los Trástamaras de Castilla y Aragón en el siglo XV. Madrid: Espasa-Calpe, 1964, pp. 69-122.

SUARÉZ FERNÁNDEZ, Luís – Nobleza y Monarquía. Entendimiento y Rivalidad. El proceso de la construcción de la coronã española. Madrid: La Esfera de los libros, 2005.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-01-01
Como Citar
Lima, D. M. X. de. (2017). À volta do casamento do infante D. Pedro. Medievalista, 1(21). https://doi.org/10.4000/medievalista.1278
Secção
Artigos