[1]
A. C. Oliveira, «“Uma peça muito preciosa de significado ainda desconhecido”: Decifrar o termo gibanete», med, n. 31, pp. 317-354, Jan. 2022.